IT Mídia
Notícias em destaque
RSS
Notícia enviada por Ana Claudia Oliveira anaclaudia@evidenciacom.com.br
| 2 de agosto de 2011

NSI sustenta crescimento médio anual de 40% nos últimos três anos

- História começou há 25 anos com a determinação de um mineiro ousado, para dizer o mínimo, que deu seus primeiros passos em uma garagem no município de Limeira - A NSI é hoje uma robusta companhia que tem seu aplicativo eComex em operação em grandes empresas como Vale, Fiat, Xerox, Toshiba Medical, Rede Globo, Abril, Bosch e Tam

A New Soft Intelligence – NSI, desenvolvedora de software para gestão de operações de comércio exterior, completa 25 anos em 2011 fortalecida por suas vantagens competitivas: tecnologia (plataforma baseada em tecnologia Oracle), know how (25 anos de experiência e equipe técnica altamente capacitada e treinada) e um eficiente serviço de implementação e suporte (que reduz o tempo de implementação e minimiza problemas, disponibilizando o produto ao cliente com rapidez e segurança).
Foi baseada neste tripé e com especial atenção ao capital humano que a NSI construiu imagem e reputação junto a todos os públicos com os quais se relaciona. “É preciso ter muito cuidado porque temos que preservar o patrimônio desenvolvido ao longo desses 25 anos, que são nossa marca e nossa qualidade de serviço”, explica a gerente comercial e de marketing, Valquíria Coelho.
A NSI é hoje uma robusta companhia com crescimento médio sustentável de cerca de 40% nos últimos 3 anos, que tem seu aplicativo eComex em operação em grandes empresas como Vale, Fiat, Xerox, Toshiba Medical, Rede Globo, Abril, Bosch e Tam. Essa história é fruto da determinação de um mineiro ousado, para dizer o mínimo. A empresa deu seus primeiros passos em um espaço improvisado na garagem da casa do administrador e analista de sistemas Roberto Silveira Garcia, em Limeira (SP).

Dono de um curriculum impecável, onde figuram empresas como Petrobrás, IBM e Mannesmann, Garcia deixou o cargo de gerente de CPD na Freios Varga (atual TRW) para apostar no boom da tecnologia e a chegada da microinformática no Brasil. “Dedicava praticamente 90% do meu tempo à empresa. No começo programava sozinho. Depois meu filho começou a me auxiliar”, lembra ele.
A NSI começou desenvolvendo aplicativos para gestão corporativa (ERP – do inglês Enterprise Resource Planning), tendo como primeiro cliente a própria Freios Varga. Os primeiros programas voltados às operações de comércio exterior foram criados em 1990, rodando ainda em mainframe. Foi por volta de 1994, com o incremento da microinformática, que os sistemas de exportação, importação e câmbio passaram a rodar em PC.
Também no início da década de 90, a Oracle, uma das principais empresas de tecnologia da informação do mundo, chegou ao Brasil e iniciou a busca por parceiros que pudessem utilizar sua plataforma.
Garcia não teve dúvidas. Procurou a empresa e propôs o desenvolvimento do aplicativo de comércio exterior com a tecnologia Oracle. Parceria selada, nasceu o eComex Suite, aplicativo de gestão de comércio exterior integrado à ferramenta ERP da Oracle. “A partir da parceria com a Oracle e o desenvolvimento de novas versões, a NSI começa a crescer”, lembra Garcia.
Depois de mais de 10 anos de estrada, em 1996, a NSI fechou seu primeiro contrato com uma grande empresa, a Bosch, que lhe permitiu também instalar a primeira versão integrada à plataforma da alemã SAP.
A decisão de se dedicar exclusivamente ao comércio exterior visava atingir grandes empresas, mas na década de 90 esse mercado ainda era restrito, o que significava muito trabalho e pouca receita. Foi em 2002 que a NSI conheceu uma nova guinada. O fechamento de contrato com a então Companhia Vale do Rio Doce (hoje Vale) foi um novo marco para a empresa, lembra Garcia. “De repente tínhamos um grande projeto, que precisava de muitos recursos já que iríamos atender 54 empresas do grupo. Começamos o projeto em 2003 e em um ano triplicamos o número de funcionários. O projeto envolveu a NSI, a IBM e a Oracle e nos deu grande visibilidade para ampliarmos nossa base de clientes”, explica.
O crescimento permitiu que em 13 meses fosse construído o novo prédio da companhia, um espaço de 1.200 metros quadrados, também no município paulista de Limeira, com infraestrutura moderna tanto em instalações quanto em equipamentos.
Em 2007, a NSI promoveu diversas mudanças em seu departamento comercial, implementando uma nova estratégia de comunicação com o mercado. “Fazendo uma análise e refletindo sobre nossa jornada de mais de 20 anos, olhando nossa capacidade técnica, a maturidade de nossos produtos e a determinação de nossos colaboradores, concluímos que era inevitável renovarmos alguns processos, modernizarmos nossa marca e o canal de comunicação com o mercado para levarmos às empresas o que há de mais moderno e tecnológico em relação à gestão do comércio exterior brasileiro”, explica o gerente de Desenvolvimento de Negócios, André Barros.
Seguindo essa filosofia, em 2010, a NSI promoveu uma remodelagem em seu quadro gerencial. Para atender ao crescimento previsto, a empresa implementou um novo desenho hierárquico. Sob o chapéu da direção geral, exercida por Garcia, foram criadas as gerencias de Consultoria; Infraestrutura e Tecnologia da Aplicação; Suporte Técnico e Fábrica de Software; Comercial e de Marketing. “Com isso, passamos a promover ainda mais qualidade em atendimento durante todas as fases do projeto”, garante o executivo.
A dedicação e o empenho de Garcia e sua equipe tem encontrado crescente reconhecimento no mercado. Em 2008, a NSI ganhou o Prêmio Dell de Excelência em Tecnologia pelo desenvolvimento do eComex PME, que obedece ao conceito SaaS (software sob demanda), uma nova tendência implementada por grandes players da área de TI. No ano passado, atingiu a categoria Gold no Programa Oracle Partner Network (OPN), que comprova desenvolvimento de competências, resultado de negócios e qualificação e fez um upgrade de sua parceria com a SAP, tornando-se parceiro mundial da gigante alemã.
Resultados – A NSI cresceu 94,3% em 2010. O volume de projetos foi 28% superior ao ano anterior, ultrapassando a meta projetada em 10%. No período, a companhia venceu 60% das concorrências que participou e que foram concluídas, ou seja, que efetivamente resultaram na contratação de uma solução para gestão de operações de comércio exterior.
Os números refletem a forte atuação da área de Desenvolvimento de Negócios e do processo de maior aproximação com o mercado iniciado em 2008. Entre os contratos firmados recentemente destacam-se os segmentos de Oil & Gas, alimentos, transporte, varejo, comunicação, vestuário, saúde e energia. Além da forte atuação na região Sudeste, que se expande a cada ano, a NSI tem ampliado sua presença nas regiões Sul, Norte e Nordeste. Em 2011, a NSI projeta ampliar o faturamento em 50%, incrementando sua carteira de clientes em 20%.
Linha do tempo:
1986 – Roberto Silveira Garcia funda a New Soft Intelligence – NSI
1990 – criação dos primeiros programas voltados ao comércio exterior, ainda em mainframe
1990 – Estabelecida parceria com a Oracle. Nasce o aplicativo eComex Suite nos módulos exportação, importação e câmbio
1994 – Com o incremento da microinformática, programas passam a rodar em PC
1996 – NSI fecha seu primeiro contrato com uma grande empresa, a Bosch
1998 – Desenvolvimento da versão integrada com a plataforma SAP
2000 – Empresa passa a dedicar-se exclusivamente ao eComex
2002 – Contrato com a Vale traz novas dimensões à empresa
2005 – Inauguração da nova sede
2007 – Criação das novas políticas comercial, de marketing e comunicação
2008 – Prëmio Dell de Excelência em Tecnologia
2008 – Pioneirismo no desenvolvimento de aplicativo para comércio exterior sob o conceito de Software sob Demanda (SaaS)
2010 – Atinge categoria Gold no Programa Oracle Partner Network (OPN)
2010 – Crescimento superior a 94% em faturamento
2011 – Projeção de crescimento de 50% em faturamento

Site: www.ecomex.com.br
Blog: http://newsoftintelligence.blogspot.com
Twitter: @nsi_ecomex

Parceiros

Portais: IT Mídia | IT Web | Saúde Web

Fóruns: IT Forum | IT Forum + | IT Business Forum | Saúde Business Forum